segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Reestreia

Um ano e quase quatro meses atrás passei por um susto que me levou a viver o maior pesadelo que pode existir na vida de uma bailarina ou um atleta: uma lesão grave que me deixou de muletas, sem poder dar aulas, subir escadas, andar mais de 10 minutos e o pior: sem dançar. Um pedaço tão pequeno do corpo, rompido. Um ligamento, que ao ser retirado do meu joelho, mais parecia um chiclete mastigado. Sofri demais. Às vésperas do exame da Royal Academy of Dance que me daria o título do Advanced 1, ficar parada, olhando as amigas, apenas torcendo por elas...
Na semana do exame, sequer as abracei, pois estava de cama, recém operada. Agosto, setembro, outubro, novembro, dezembro. 5 meses frequentando a clínica de fisioterapia e o consultório do ortopedista. Já estava fazendo amizades por lá. Com uma diferença de massa muscular muito grande entre as duas pernas, comecei a musculação terapêutica. Parece que todo o tempo anterior tinha sido em vão. Cada dia, parecia que as pernas tremiam mais. Alguns meses mais assim, e nada de voltar à barra, ao centro, à sapatilha... Demorou para fazer um plié sem precisar me pendurar na barra. Era como se o tempo tivesse voltado e eu não soubesse mais dançar.
O processo ainda não acabou. Tem muito chão pela frente. Há muito a se recuperar: força, confiança, agilidade, fôlego...  saltos, relevés, piruetas.
Se quis desistir? Perdi a conta de quantas vezes. Mas aprendi que o meu corpo tem limites, e que devo respeitá-los. Aprendi também a valorizar as pequenas conquistas, ao invés de lamentar os fracassos.
Agora, a menos de uma semana do meu retorno aos palcos, tenho muito o que agradecer. E a muitas pessoas (algumas, particularmente especiais). Gente que me ajudou quando não podia andar só, que me tranquilizou nos momentos de desespero, que deu auxílio, apoio moral, que rezou pela minha recuperação. Como não agradecer também ao médico, aos fisioterapeutas e professores de educação física por toda a atenção e dedicação? Sem eles, não teria reaprendido a andar, me movimentar. 
Aos mais importantes: Minha família, meus amigos mais próximos, meu amor; meus amores. As pessoas mais pacientes do mundo por aguentar cada lágrima de dor e medo. Aqueles que nunca desistiram de mim, para que eu não desistisse de voltar a sonhar. É para (e por) vocês que irei dançar neste final de semana. Amo vocês.
Obrigada por tudo. Por fazerem parte disto.

Por fim, o convite:

A Ballare Escola de Dança orgulhosamente apresenta o maravilhoso espetáculo de natal "O Quebra Nozes", nos dias 6 de dezembro às 20h e 7 de dezembro às 18h30. Uma linda história para todos os públicos, que contagia através da magia natalina atrelada aos sonhos mirabolantes de Clara (personagem principal), deixando nossa história, muito mais emocionante. Não perca!! Ingressos à venda na bilheteria do Theatro da Paz!!

Um comentário:

Matematica Jb disse...

NOVO OLHAR SOBRE A MATEMÁTICA, Jornal Beira do Rio, UFPA, Abril 2011,
www.jornalbeiradorio.ufpa.br/novo/index.php/2011/124-edicao-93--abril/1189-novo-olhar-sobre-a-matematica

MÁRIO SERRA - ENGENHEIRO, MATEMÁTICO E AMAZÔNIDA, Jornal Beira do Rio, UFPA, Ano XXVIII Nº 120. Agosto e Setembro de 2014,
http://www.jornalbeiradorio.ufpa.br/novo/index.php/2014/152-2014-08-01-17-25-17/1618-2014-08-04-14-34-28


RENATO PINHEIRO CONDURÚ (Belém-Pa, 25/08/1926 - 23/06/1974), ENGENHEIRO-MATEMÁTICO PARAENSE: INDO DO GUAMÁ ALÉM DO VAL DE CÃES ( solicite por e-mail: jbn@ufpa.br)

ALGUMAS MULHERES DA HISTÓRIA DA MATEMÁTICA E QUESTÃO DE GÊNERO EM C & T.
http://sitiodascorujas.blogspot.com.br/2013/06/mulheres-na-matematica.html

CONSTANTINO MENEZES DE BARROS I - MATEMÁTICO QUE LIGA O PARÁ/BR AOS MAIORES CENTROS DO MUNDO E COMPARÁVEL AOS GRANDES ÍCONES DA HISTÓRIA DA MATEMÁTICA (II a V não publicados, disponível por e-mail), (Óbidos-Pa, 19/08/1931, Rio de Janeiro-RJ, 06/03/1983), Ex-Docente UFF e UFRJ,
www.chupaosso.com.br/index.php/obidos/educacao/2149-vida-e-obra-de-constantino-menezes-de-barros

PROFESSORA SANTANA: Candidata a Melhor Docente do Ensino Básico Paraense, Blog Chupa Osso, 23 Junho 2013, www.chupaosso.com.br/index.php/obidos/educacao/2453-proessora-santana-candidata-a-melhor-docente-do-ensino-basico-paraense

SABER MATEMÁTICO E CULTURA INDÍGENA, blogue da AICL, 20 de Setembro de 2011,
http://coloquioslusofonia.blogspot.com.br/2011/09/saber-matematico-e-cultura-indigena.html

PAIRÉ CAMETAENSE: UMA BELA OBRA EM MATEMÁTICA E ENGENHARIA (não publicado, disponível por e-mail: jbn@ufpa.br)

CONHEÇA MARIA LAURA MOUZINHO LEITE LOPES, UMA DAS PRIMEIRAS DOUTORAS EM MATEMÁTICA DO BRASIL!,
http://encontrodejovenscientistas.com/2015/02/02/conheca-maria-laura-mouzinho-leite-lopes-uma-das-primeiras-doutoras-em-matematica-do-brasil/

NASCIMENTO, J.B., GOMES, S.C. L., MAGNO, C. S. E MOREIRA, A. M. S. , CICLOIDE E BRAQUISTÓCRONA, www.sobralmatematica.org/preprints/preprint_2015_01.pdf, acesso fev/15